6 Comments

Ser citada por aqui é sempre uma alegria ♥️

Expand full comment

me identifiquei muito!!

tambem fui (talvez ainda seja?!) uma criança cheia de vontade de aprender coisas novas, mas muito medrosa!

inclusive, pra eu começar a publicar minha escrita foi bem por esse caminho. quero tentar algo novo, porem tenho medo. quero me expor, mas fico apreensiva... no final, foi algo libertador e muito reconfortante pra mim!

Expand full comment

Me identifiquei muito com a descrição da criança curiosa, porém medrosa. Ótimas reflexões!

Expand full comment
Aug 13, 2023Liked by Paula Maria

Obrigado pela citação! ❤️

Eu li Antígona numa matéria de Ética na Universidade no segundo semestre de 2000. Lembro um total de zero coisas. Mas lembro que me matriculei nessa cadeira numa tentativa de cursar uma disciplina em comum com minha amiga que fazia Ciências Sociais. Eu fazia Ciência da Computação e não tinha muito em comum com a disponibilidade de optativas dos dois cursos na UFCG.

Enfim, eu sei que estou viajando aqui nos comentários, achei interessante a reflexão que você fez a partir de Oppenheimer.

Expand full comment

meu sonho: a tour de Grecia com o Professor Moreno fazendo episodio de Noites Gregas ao vivo em Micenas

Expand full comment

Eu, como física nuclear, fico muito triste que a primeira coisa que as pessoas pensam quando se fala sobre "dividir o átomo" seja a bomba atômica. A minha vontade é sair falando sobre todas as coisas boas que dá pra fazer graças à energia nuclear, mas é que realmente os comentários do seu texto não são o lugar para isso. Eu só sei que por uns 5 segundos no filme eles mostraram o Fermi e o primeiro reator nuclear do mundo, o Chicago Pile-01. Eu gritei como uma marvete que vê uma cameo de um herói totalmente desconhecido.

Expand full comment